Precisa de ajuda?

+ 55 11 3706-2995
[email protected]

Livro Impresso

Da tradição coimbrã ao bacharelismo liberal
como os bacharéis em Direito inventaram a Nação no Brasil



Mendes, Francilda Alcantara (Autor)

EDUCAÇÃO, DIREITO, JURÍDICO, EDUCAÇÃO JURÍDICA, ESTADO NACIONAL, FACULDADE, BRASIL, FACULDADE DE DIREITO, CRIAÇÃO DO ESTADO NACIONAL, HISTÓRIA, HISTÓRIA DO DIREITO, TEORIA GERAL DO ESTADO, SOCIOLOGIA JURÍDICA


Sinopse

A obra Da tradição coimbrã ao bacharelismo liberal: Como os bacharéis em Direito inventaram a Nação no Brasil, de autoria de Francilda Alcantara Mendes, traz resultados de pesquisa realizada com o intuito de entender e descrever como se configurou o cenário jurídico durante o período do Brasil Imperial, e a formação do Estado Nacional. A autora parte de análises das referências luso-brasileiras, influências na organização da Academia do Direito de Recife e comparações com o curso de Direito da Universidade de Coimbra, para ilustrar como se compreendeu a História do curso de Direito e do ensino Jurídico no Brasil e todas as suas problemáticas.

Metadado adicionado por Paco Editorial em 20/09/2021

Encontrou alguma informação errada? Perguntar para a Paco Editorial

ISBN relacionados

--


Metadados completos:

  • 9786558405450
  • Livro Impresso
  • Da tradição coimbrã ao bacharelismo liberal
  • como os bacharéis em Direito inventaram a Nação no Brasil
  • 1 ª edição
  • --
  • --
  • --
  • --
  • --
  • --
  • Mendes, Francilda Alcantara (Autor)
  • EDUCAÇÃO, DIREITO, JURÍDICO, EDUCAÇÃO JURÍDICA, ESTADO NACIONAL, FACULDADE, BRASIL, FACULDADE DE DIREITO, CRIAÇÃO DO ESTADO NACIONAL, HISTÓRIA, HISTÓRIA DO DIREITO, TEORIA GERAL DO ESTADO, SOCIOLOGIA JURÍDICA
  • Educação
  • 340.07081
  • LAW000000, EDU036000, EDU000000
  • --
    --
  • 2021
  • 07/10/2021
  • Português
  • Brasil
  • --
  • Livre para todos os públicos
  • 16 x 23 x 1.9 cm
  • 0.64 kg
  • Brochura
  • 388 páginas
  • R$ 56,90
  • 49019900 - livros, brochuras e impressos semelhantes
  • 9786558405450
  • 8451
  • --

Sumário

Apresentação
Prefácio
Introdução
1. EDUCAÇÃO JURÍDICA E CONSTRUÇÃO DO ESTADO NACIONAL: O BRASIL OU OS “BRASIS” DOS BACHARÉIS EM DIREITO
1.1 As Academias de Direito e o Ensino Superior no Brasil
1.2 A nobreza da toga: Bacharelismo, Ilustração e Estado Nacional no Brasil
2. ILUMINISMO: AS LUZES DA RAZÃO NA CONSTRUÇÃO DO ENSINO JURÍDICO DO BRASIL
2.1 Modernizar a nação sem perder a fé: um iluminismo à portuguesa
2.2 A Universidade de Coimbra: um farol da ilustração portuguesa para o Brasil
2.3 As luzes da razão na província de Pernambuco: o seminário de Olinda
2.3.1 O Iluminismo no contexto dos debates da Assembleia Constituinte de 1823
2.3.2 O Iluminismo no contexto dos debates da Assembleia Geral de 1826
3. NAÇÃO: UM PROJETO DA MODERNIDADE NOS CURSOS JURÍDICOS DE COIMBRA E OLINDA
3.1 A Academia de Direito de Olinda: o projeto da nação no Norte do Brasil
3.2 O curso de Direito da Universidade de Coimbra: a formação jurídica lusa e o projeto de construção da modernidade em Portugal
4. NABUCO DE ARAÚJO E TEIXEIRA DE FREITAS: ARQUITETOS DA NAÇÃO NO BRASIL OITOCENTISTA
4.1 Escravidão e Modernidade: as contradições da invenção da nação no Brasil
4.2 Augusto Teixeira de Freitas: o inventor da codificação civil no Brasil
4.3 Nabuco de Araújo: um estadista do Império
5. ENTRE A SEGREGAÇÃO DO POVO E O DOMÍNIO DAS ELITES: O JEITINHO BRASILEIRO DE CONSTRUIR UMA NAÇÃO
5.1 O Norte do Brasil também fez esta nação: a contribuição dos bacharéis em Direito de Olinda para a invenção da nação no Brasil
5.2 Coimbra e Olinda: a relação de além-mar que contribuiu para a invenção da nação no Brasil
Considerações Finais
Referências