Precisa de ajuda?

+ 55 11 3706-2995
[email protected]

Livro Impresso

A efetivação do direito social à educação



Pilau, Newton César (Autor)

Direito Social, Direitos das Crianças, Direitos dos Adolescentes


Sinopse

O Direito Social à Educação na Primeira Infância no Brasil tem como ponto de partida a Idade moderna e da superação do Estado de Direito,
ao reconhecer o ressurgimento do republicanismo como alicerce daconstrução do Estado Democrático de Direito e Social, que utiliza a
federação para a concretude dos direitos fundamentais voltados a criança e ao adolescente. Apresenta cases internacionais e a estrutura
internacional dos Tratados Internacionais referentes à Criança e aonAdolescente, dividindo-os em declarações e normas jurídicas que
merecem reconhecimento na Sociedade Internacional e nos Estados internamente, quando normas cogentes. Entres estas, destacamse
a Declaração dos Direitos da Criança de 1989, o Pacto sobre os Direitos Econômicos, Sociais e Culturais de 1966 e a Convenção dos
Direitos da Criança de 1989. Explicita os direitos infanto-juvenis na CRFB/1988, do Estatuto da Criança e do Adolescente e as normativas
do plano plurianual, lei de diretrizes orçamentárias e da lei orçamentária anual que representam o suporte orçamentário para a efetivação dos
direitos. Por derradeiro, destaca os aspectos conceituais da doutrina da proteção integral, do interesse superior da criança e as teorias
do protecionismo, liberalismo e protecionismo renovado que foi reconhecida pela Convenção dos Direitos da Criança de 1989. Assevera
ainda pela superação das gerações ou dimensões de direitos, ao valorizar a declaração dos direitos humanos emergentes e a cidadania
cosmopolita. Por derradeiro ressalta o exemplo espanhol e a decisão do Supremo Tribunal Federal que revela o dever estatal em efetivar pela
via municipal o Direito Social à Educação na Primeira Infância.

Metadado adicionado por Tirant Lo Blanch Brasil em 15/12/2020

Encontrou alguma informação errada? Perguntar para a Tirant Lo Blanch Brasil

ISBN relacionados

9786586093643 (ISBN do e-book em PDF)


Metadados completos:

  • 9786586093650
  • Livro Impresso
  • A efetivação do direito social à educação
  • --
  • 1 ª edição
  • --
  • --
  • --
  • --
  • --
  • --
  • Pilau, Newton César (Autor)
  • Direito Social, Direitos das Crianças, Direitos dos Adolescentes
  • Educação
  • LAW038000
  • 2020
  • 11/12/2020
  • Português
  • Brasil
  • --
  • Livre para todos os públicos
  • 16 x 23 x 2 cm
  • 0.395 kg
  • Brochura
  • 254 páginas
  • R$ 90,00
  • 49019900 - livros, brochuras e impressos semelhantes
  • 9786586093650
  • 9786586093650
  • --

Sumário

AGRADECIMENTOS . 11
INTRODUÇÃO . 13
CAPÍTULO 1
A ESTRUTURA POLÍTICA DO ESTADO REPUBLICANO PARA A EFETIVAÇÃO DO DIREITO SOCIAL À PRIMEIRA INFÂNCIA . 17
1.1 DO ESTADO DE DIREITO À CONSTITUIÇÃO ECONÔMICA PARA EFETIVIDADE DOS DIREITOS SOCIAIS 17
1.2 DA REPÚBLICA À CIDADANIA ATIVA COMO REFERENTES PARA A CONSTRUÇÃO DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO E SOCIAL . 32
1.3 DO FEDERALISMO AO FEDERALISMO ASSIMÉTRICO COMO INSTRUMENTO DE EFETIVIDADE DE DIREITOS 44
1.4 OS DIREITOS FUNDAMENTAIS COMO ALICERCE DE EFETIVIDADE DO DIREITO SOCIAL À EDUCAÇÃO NA PRIMEIRA INFÂNCIA . 57
CAPÍTULO 2
A PROTEÇÃO DOS DIREITOS INFANTOJUVENIS NA ESFERA INTERNACIONAL COMO ESTRUTURA BASILAR PARA EFETIVAÇÃO DO DIREITO À EDUCAÇÃO NA PRIMEIRA INFÂNCIA . 79
2.1 A EVOLUÇÃO INTERNACIONAL DA PROTEÇÃO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE E A PRIMEIRA INFÂNCIA . 79
2.1.1 A Declaração dos Direitos do Homem e o Cidadão de 1789 . 80
2.1.2 Declaração de Genebra de 1924 . 82
2.1.3 Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948 . 85
2.1.4 A Declaração dos Direitos da Criança de 1959 . 90
2.2 A PROTEÇÃO JUS COGENS DOS DIREITOS INFANTOJUVENIS NA ESFERA INTERNACIONAL . 95
2.2.1 Pactos Internacionais de Direitos Humanos de 1966 . 97
2.2.1.1 O Pacto Internacional sobre Direitos Econômicos, Sociais e Culturais de 1966 . 100
2.2.2.2 Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos de 1966 . 109
2.2.3 Convenção Americana de Direitos Humanos de 1969 . 112
2.2.4 A Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança de 1989 115

2.3 AS DIFERENTES CONCEITUAÇÕES JURÍDICAS ENTRE
DECLARAÇÕES E NORMAS DE DIREITO INTERNACIONAL 137
2.4 EXEMPLOS DA ATUAÇÃO INTERNACIONAL EM DEFESA DOS
DIREITOS INFANTOJUVENIS . 139
2.4.1 A Espanha e o Observatório da Infância . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 141
2.4.2 A República do Chile e o Direito Social à Educação . . . . . . . . . . 142
2.5 CÚPULAS MUNDIAIS DA INFÂNCIA E OBJETIVOS DO
MILÊNIO . 143
CAPÍTULO 3
AS NORMAS DE ORIGEM NACIONAL COMO INSTRUMENTOS À
EFETIVAÇÃO DOS DIREITOS SOCIAIS 149
3.1 DIREITOS INFANTOJUVENIS NA CONSTITUIÇÃO DA
REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 . 149
3.1.1 Direitos Infantojuvenis nos Princípios Fundamentais da
CRFB/1988 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 150
3.1.2 Direitos Infantojuvenis nos Direitos e Garantias Fundamentais
da CRFB/1988 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 152
3.1.3 Direitos Infantojuvenis na Ordem Econômica e Social da
CRFB/1988 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 154
3.2 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (LEI Nº 8069
DE 13 DE JULHO DE 1990) . 161
3.3 NORMAS JURÍDICAS ORÇAMENTÁRIAS E O CARÁTER
DIRETIVO DO DIREITO SOCIAL NA PRIMEIRA INFÂNCIA . 168
CAPÍTULO 4
A EFETIVIDADE DO DIREITO SOCIAL À EDUCAÇÃO NA PRIMEIRA
INFÂNCIA NO BRASIL 175
4.1 A CRIANÇA COMO SUJEITO DE DIREITOS DESDE O
NASCIMENTO (DIREITO SOCIAL À EDUCAÇÃO NA
PRIMEIRA INFÂNCIA) . 175
4.2 O PROTECIONISMO, O LIBERALISMO E O PROTECIONISMO
RENOVADO . 178
4.3 Vetores Basilares e Conceituais de Efetividade dos Direitos
Infantojuvenis no Estatuto da Criança e do Adolescente . . . . . . . . . . . 181
4.4 A SUPERAÇÃO DAS GERAÇÕES DE DIREITOS HUMANOS E
OS NOVOS DIREITOS HUMANOS EMERGENTES 197
4.5 A RUPTURA CONCEITUAL DO CONCEITO TRADICIONAL DE
CIDADANIA E A CIDADANIA COSMOPOLITA 200

4.6 O EXEMPLO DO DIREITO SOCIAL À EDUCAÇÃO NA
PRIMEIRA INFÂNCIA NA ESPANHA . 206
4.7 O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL E A RESPONSABILIDADE
OBJETIVA DO ESTADO NA EFETIVAÇÃO DO DIREITO
SOCIAL NA PRIMEIRA INFÂNCIA NO BRASIL . 208
CONCLUSÕES 219
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 237
ROL DE CATEGORIAS 245