Precisa de ajuda?

+ 55 11 3706-2995
[email protected]

Livro Impresso

Narrativas de dor e silêncio
tortura, clandestinidade e exílio na vida de homens e mulheres durante a ditadura brasileira



Salgado, Lívia de Barros (Autor)

Lívia de Barros Salgado, antropologia, direitos humanos, ditadura, dor, história, história do brasil, silêncio, sociologia, tortura


Sinopse

O livro é produto de uma belíssima e dolorosa pesquisa. Versa sobre diferentes experiências de vida de pessoas que, em função de suas tomadas de posição política, foram levadas a viver uma vida clandestina; presas e/ou conduzidas ao exílio, tendo, por isso, seus corpos e mentes expostos quotidianamente a diversas formas de violência.[…] Por meio de respeitosa sensibilidade historiográfica e antropológica, a autora dialoga com seus interlocutores, visando apreender como aquelas experiências de violação afetaram e ainda produzem efeitos em suas vidas. Através desse percurso investigativo, Lívia capta a delicada relação entre presente, passado, futuro, experiências políticas e dimensões subjetivas.

‘‘Narrativas de Dor e Silêncio: Tortura, clandestinidade e exílio na vida de homens e mulheres durante a ditadura’’ propicia aos pesquisadores e aos interessados em geral um estudo abrangente e cuidadoso sobre torturados, presos e violentados durante o período da ditadura civil – militar brasileira (1964/1985). Trata-se de um trabalho valioso, construído a partir de entrevistas feitas com integrantes do Grupo Tortura Nunca Mais e baseado em depoimentos públicos concedidos à Comissão da Verdade, ambos do município do Rio de Janeiro. O livro é produto de uma belíssima e dolorosa pesquisa. Versa sobre diferentes experiências de vida de pessoas que, em função de suas tomadas de posição política, foram levadas a viver uma vida clandestina; presas e/ou conduzidas ao exílio, tendo, por isso, seus corpos e mentes expostos quotidianamente a diversas formas de violência. A jovem e competente pesquisadora, Lívia de Barros Salgado, ao realizar sua pesquisa de mestrado (realizada no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais- UFRRJ), ultrapassa a analítica tradicional sobre o assunto produzido] em solo nacional. Por meio de respeitosa sensibilidade historiográfica e antropológica, a autora dialoga com seus interlocutores, visando apreender como aquelas experiências de violação afetaram e ainda produzem efeitos em suas vidas. Através desse percurso investigativo, Lívia capta a delicada relação entre presente, passado, futuro, experiências políticas e dimensões subjetivas. Esse trabalho sério e competente, publicado em boa hora, oferece aos leitores material sobre um dos temas mais recorrentes e polêmicos na luta pela afirmação da democracia, em contexto brasileiro contemporâneo: a importância do não esquecimento das violações dos direitos humanos, produzidas pelo período da ditadura civil – militar brasileira.

Alessandra de Andrade Rinaldi
Antropóloga e professora do PPGCS-UFFRJ.

Metadado adicionado por Telha em 14/09/2020

Encontrou alguma informação errada? Perguntar para a Telha

ISBN relacionados

--


Metadados completos:

  • 9786586823240
  • Livro Impresso
  • Narrativas de dor e silêncio
  • tortura, clandestinidade e exílio na vida de homens e mulheres durante a ditadura brasileira
  • 1 ª edição
  • --
  • --
  • --
  • --
  • --
  • --
  • Salgado, Lívia de Barros (Autor)
  • Lívia de Barros Salgado, antropologia, direitos humanos, ditadura, dor, história, história do brasil, silêncio, sociologia, tortura
  • Humanidades
  • HIS033000, SOC002000
  • 2020
  • 14/09/2020
  • Português
  • Brasil
  • --
  • Livre para todos os públicos
  • 16 x 23 x 1.1 cm
  • 0.274 kg
  • Brochura
  • 186 páginas
  • R$ 52,00
  • 49019900 - livros, brochuras e impressos semelhantes
  • 9786586823240
  • 9786586823240
  • --