Precisa de ajuda?

+ 55 11 3706-2995
[email protected]

Livro Impresso

Sintoma social dominante e moralização infantil



Fernandes, Heloísa Rodrigues (Autor)

Educação de crianças, Moral, Moralização infantil, Aspecto sociais, Heloisa Rodrigues Fernandes


Sinopse

Quando a autora selecionou a obra de Émile Durkheim como exemplar do projeto de moralização infantil laica, pretendeu analisar o dispositivo pedagógico que ali é construído e justificado de modo a sustentar a tese de que esse dispositivo não está comprometido com o ideal de autonomia de cidadãos livres, responsáveis e criadores mas que, ao contrário, é um substituto da moralização cristã, com efeitos similares: identificação com a norma; submissão; demanda de crença no Outro, único a decidir, providencial e onipotentemente, sobre os destinos da vida individual e coletiva.

Metadado adicionado por Editora Escuta em 08/11/2017

Encontrou alguma informação errada? Perguntar para a Editora Escuta

ISBN relacionados

--


Metadados completos:

  • 9788531402333
  • Livro Impresso
  • Sintoma social dominante e moralização infantil
  • --
  • 1 ª edição
  • Ensaios: sociologia e psicanálise
  • --
  • --
  • --
  • --
  • --
  • Fernandes, Heloísa Rodrigues (Autor)
  • Educação de crianças, Moral, Moralização infantil, Aspecto sociais, Heloisa Rodrigues Fernandes
  • Técnicos
  • 370.19
  • EDU000000
  • 1994
  • 01/01/1994
  • Português
  • Brasil
  • acima de 12 anos
  • Não recomendado para menores de 18 anos
  • 13 x 18 x 1 cm
  • 0.215 kg
  • Brochura
  • 220 páginas
  • R$ 82,00
  • 49019900 - livros, brochuras e impressos semelhantes
  • 9788531402333
  • 9788531402333
  • --

Áreas do selo: ArtesEducaçãoHumanidadesLiteratura nacionalSaúde, esporte e lazerTécnicos

A Editora Escuta foi fundada em 1986 com o objetivo de apresentar ao público brasileiro os textos mais importantes em psicanálise, tanto de renomados autores estrangeiros quanto nacionais. Assim seu catálogo reúne, entre outros de igual relevância, Piera Aulagnier, Pierre Fédida, Christopher Bollas, Renato Mezan, Contardo Calligaris, Maurice Blanchot, Claude Le Guen, Charles Melman, Joel Birman, Paulina S. Rocha, Jurandir Freire Costa, Jacques Derrida, Gilles Deleuze, Luis Claudio Figueiredo, Zeferino Rocha, Donald Meltzer, Maria Cristina Kupfer, Manoel Tosta Berlinck, Radmila Zygouris, Arthur Tatossian... Durante as décadas de 1980 e 1990, juntamente com a Livraria Pulsional, sua co-irmã, promoveu a vinda ao Brasil de Pierre Fédida, Christopher Bollas, Radmila Zygouris, Piera Aulagnier para conferências, seminários clínicos e seminários teóricos. Atualmente, além de sua solidez na área psicanalítica, investe também em textos primorosos em filosofia, psicopatologia, fenomenologia, psiquiatria e outras áreas do saber humano.

Saiba mais