Precisa de ajuda?

+ 55 11 3706-2995
[email protected]

Livro Impresso

A lua vem da Ásia



Carvalho, Campos de (Autor)

Alienados; Surrealismo; Campos de Carvalho; Realidade


Sinopse

A lua vem da Ásia, romance emblemático de Campos de Carvalho (1916-1998), completa agora 60 anos e permanece atual, vibrante, único. Esta obra-prima da literatura brasileira ousou ser diferente num momento em que ser diferente era muito mais difícil. Surrealismo, humor nonsense, rebeldia, combate à hipocrisia e ao establishment são seus principais ingredientes. A narrativa, uma pseudobiografia em forma de diário, abriga as reminiscências de um herói bufão que vive em um hotel com um quê de claustro burlesco.

Os funcionários do estabelecimento são sentinelas risíveis; o maîtreministra sopas e banhos aos hóspedes; o gerente é aficionado por disciplina e horários; sua esposa aplica injeções em quem encontra pela frente; para evitar ladrões, grades nas janelas. Hotel de luxo, campo de concentração, mas, na verdade, um hospital de alienados.

Aqui o nonsense, embora delicioso, é só um pretexto: o que se pretende é a representação da realidade crua à qual tentamos inutilmente escapar, evidenciando o absurdo da existência e a vida bruta que expõe suas vísceras.

Campos de Carvalho não transigiu um milímetro no propósito de aliar a um profundo sentimento humanista a implacável lucidez de quem desconfia e sabe que o mundo se finge de sério. E isso importa muito.
Noel Arantes
Doutor em Literatura pela Unicamp e professor universitário

Metadado adicionado por Grupo Autêntica em 23/09/2021

Encontrou alguma informação errada? Perguntar para a Grupo Autêntica

ISBN relacionados

--


Metadados completos:

  • 9788551300886
  • Livro Impresso
  • A lua vem da Ásia
  • --
  • 5 ª edição
  • --
  • --
  • --
  • --
  • --
  • --
  • Carvalho, Campos de (Autor)
  • Alienados; Surrealismo; Campos de Carvalho; Realidade
  • Literatura nacional
  • LCO000000
  • 2016
  • 21/11/2016
  • Português
  • Brasil
  • --
  • Livre para todos os públicos
  • 14 x 21 x 1.2 cm
  • 0.35 kg
  • Brochura
  • 176 páginas
  • R$ 54,90
  • 49019900 - livros, brochuras e impressos semelhantes
  • 9788551300886
  • 32101
  • --

Áreas do selo: ArtesEducaçãoGastronomiaHumanidadesIdiomas e referênciaInfantojuvenilLiteratura estrangeiraLiteratura nacionalParadidáticos / LeituraParadidáticos / ReferênciaSaúde, esporte e lazerTécnicosTeoria e crítica literáriaTurismo

Autêntica conta com mais de 700 publicações em seu catálogo. Reconhecida por seu trabalho com o público acadêmico e por suas obras destinadas às áreas das Ciências Humanas, a editora foi crescendo com o passar dos anos e passou a publicar livros com temas mais abrangentes e diversificados, como literatura brasileira e estrangeira de qualidade, com nomes de peso como Maura Lopes Cançado, Ferreira Gullar e Virginia Woolf. O catálogo contempla também obras de Antropologia, Cultura Negra, Sociologia, Historiografia, Comunicação, Cinema e Teatro, Biblioteca Escolar, Linguística, Educação, entre outros. A editora assumiu o desafio de trazer para a língua portuguesa obras de Filosofia fundamentais para seus leitores. Exemplos dessa empreitada são a tradução bilíngue (latim-português) da Ética, de Spinoza, e o Vocabulário de Foucault – Um percurso pelos seus temas, conceitos e autores, do argentino Edgardo Castro. Em 2011, criou a coleção Filô, contemplando autores clássicos e contemporâneos da Filosofia, que vão de Platão e Espinosa, a Walter Benjamin, Giorgio Agamben e Slavoj Žižek. Publicações importantes em áreas mais específicas da Educação, como Pedagogia/Formação de Professores, Filosofia da Educação, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Educação Matemática, Ensino da Escrita e da Leitura, História da Educação, entre outras, integram o catálogo. Atualmente, a editora aposta em publicações de luxo, com capa dura e acabamento sofisticado, de nomes como James Joyce, Rubem Braga, Campos de Carvalho, Foucault e Thomas Moore. Além disso, é a responsável pela publicação de O Sumiço, tradução em língua portuguesa de La Disparition, romance de Georges Perec todo escrito sem a letra “e”.

Saiba mais